Intestino Saudável e sua Influência no Processo de Emagrecimento

Por que é importante ter uma flora intestinal saudável?

Oi, aqui é a Lorena! E preparei esse artigo para apresentar um hábito intestinal adequado que representa uma peça fundamental para o nosso bem-estar, além de contribuir na prevenção de doenças intestinais e desempenhar importante papel no sistema imunológico.

Você sabia que o intestino é considerado o segundo cérebro do corpo? Ele tem cerca de 500 milhões de neurônios e é responsável pela fabricação de 90% da serotonina do nosso corpo. Incrível, não?

Mais Lidas da Semana:

Por isso, é importante que ele funcione perfeitamente e a alimentação é parte fundamental dessa equação.

Existem muitas coisas que influenciam no seu ganho de peso, a falta de exercícios físicos ou alimentação inadequada são os motivos mais conhecidos. Mas você sabe a relação da sua saúde intestinal com o seu ganho peso?

O nosso intestino é habitado por trilhões de bactérias boas e ruins, que possuem inúmeras funções: regulação do sistema imune, produção de nutrientes, digestão de alimentos, dentre outras.

O que determina se há uma maior presença de bactérias boas ou ruins é a sua alimentação.

Se você tem uma dieta baseada em açúcares, carboidratos simples, gorduras saturadas você está “alimentando” as bactérias patogênicas, que ao fermentarem esses compostos produzem toxinas que afetam a saúde da mucosa do intestinal.

Mas ao se alimentar de vegetais, frutas, cereais e carboidratos integrais, você oferece às bactérias boas fibras solúveis e outros compostos que serão fermentados e irão resultar na produção toxinas (que inibem a proliferação de bactérias patogênicas) e de ácidos graxos e cadeia curta que estão associados ao aumento da saciedade. O que é importante quando você está querendo emagrecer.

Se você tem mais bactérias patogênicas, você tem Disbiose Intestinal.

O seu corpo ao tentar combater a disbiose acaba ficando suscetível à invasão dessas bactérias, que atravessam a barreira intestinal e tornam o ambiente inflamado, podendo levar, dentre outras coisas, à resistência à insulina, o que facilita o ganho de peso.

O segredo para combater a disbiose é o que sempre lembramos: mantenha uma dieta saudável, que priorize verduras, legumes, frutas, alimentos integrais e gorduras saudáveis, com ingestão mínima de alimentos processados, como salgadinhos e biscoitos recheados.

Práticas para manter o intestino saudável

1) Comida de verdade como base da sua alimentação:

Se a maioria das suas refeições é compostas por alimentos mais naturais você já ganhou muitos pontos.

Comer mais carboidratos naturais e integrais (batata, mandioca, cará…) alimentos fontes de boas gorduras (castanhas, abacate e coco), frutas e vegetais são fundamentais para equilibrar a saúde do seu intestino, pois são fontes de fibras e funcionam com prebióticos, que ajudam na proliferação das bactérias benéficas.

Vá mais às feiras e lojas de produtos naturais e procure adquirir comida de verdade e/ou produtos mais naturais e com a menor quantidade de aditivos.

2) Suplementação ou consumo de alimentos fontes de probióticos

Probióticos são bactérias boas, que você pode ingerir para colonizar o seu intestino.-Iogurtes naturais e de boa qualidade, são fontes de probióticos e quando consumidos podem auxiliar na proliferação das boas bactérias.

Utilizar esses alimentos no seu dia-a-dia em vitaminas e sucos facilita e ainda potencializa o seu processo de emagrecimento.

Além disso, quando você está apresentando sintomas de disbiose ( gases com muito mal cheiro, irregularidade do funcionamento intestinal, dores e distensão abdominais) o nutricionista pode ver a necessidade de suplementar probióticos, para que juntamente com uma alimentação saudável regule e equilibre a presença de boas bactérias no seu intestino e diminua esses sintomas.

3) Mastigar bem os alimentos

Quando você não mastiga bem os alimentos, partículas grandes não são absorvidas no intestino e são fermentadas por fungos e bactérias, levando a produção de gases e distensão abdominal.

As proteínas, por exemplo, quando são mal digeridas geram partículas que quando são absorvidas não podem não ser reconhecidos pelo organismo e serem consideradas “invasoras” desencadeando reações alérgicas.

Então, mastigar bem vai te dar mais saciedade e vai contribuir para que o seu intestino fique saudável.

Alimentos para consumir e manter o intestino saudável

Coco

Além de funcionar como soro vegetal em casos de desidratação, o coco é rico em minerais e colabora para o bom funcionamento do intestino, o que contorna as sensações de desconforto intestinal. Tanto o coco quanto a sua água são benéficos para o corpo.

Ameixa-preta

Presente em uma série de medicamentos naturais para a constipação, a ameixa-preta possui uma grande quantidade de fibras insolúveis, que apresentam um tipo de laxante natural que ajuda a regulagem intestinal.

Banana

As substâncias presentes na banana estimulam o aumento na produção de serotonina, o hormônio que influencia no nosso humor e na sensação de bem-estar. Consumi-la regularmente pode trazer benefícios inestimáveis a longo prazo.

Cereais integrais, leguminosas e sementes

Por não passarem pelo processo de refinamento, os cereais integrais mantêm suas características nutricionais e proporcionam uma elevada quantidade de fibras solúveis, que aumentam a sensação de saciedade e retardam o esvaziamento gástrico.

Alimentos ricos em fibra como esses são probióticos importantes para a nutrição das bactérias boas presentes no intestino e evitam a constipação e ajudam na produção do bolo fecal. Receitas como as de pão integral caseiro são ótimas para incluir os alimentos no dia a dia!

Brócolis

Meia xícara do vegetal contém mais ou menos 3 gramas de fibras, indispensáveis para o bem-estar digestivo, além de também ser uma ótima fonte de vitamina C e antioxidantes.

Alface

A celulose está presente em abundância na alface. Ele promove o esvaziamento do intestino: um ótimo alimento para quem tem problemas com o intestino preguiçoso.

Kiwi
Estudos apontam que o consumo regular da fruta promove o bom funcionamento intestinal, em especial, em pessoas que costumam sofrer de constipação. Seus 2,5 gramas de fibras ajudam a aliviar o inchaço e estufamento.

Iogurtes e leites fermentados

A lactose presente nesses alimentos é utilizada para produzir energia, eliminando o ácido lático, que combate a proliferação de bactérias ruins para o organismo aumentando a acidez da flora intestinal.

O consumo regular desses derivados do leite também previne e alivia a constipação, aumenta a absorção de vitaminas e nutrientes e fortalece o sistema imunológico.

Água

O consumo de líquidos deve ser adequado, preferencialmente água. O consumo aproximado de 1,5 litro por dia, além de hidratar o organismo, contribui com o funcionamento do intestino e eliminação de toxinas.

CONTINUE LENDO:

  1. Dieta Cetogênica: 7 Receitas Passo a Passo
  2. Dieta Dukan Completa para Você Perder 10kg em 1 mês
  3. Engordar Depois do Casamento é Normal?
  4. Jejum Intermitente: Mitos e verdades para começar este mês
  5. Peixe é Bom Para Emagrecer?
  6. Tipos de Gorduras Para Você Ficar Bem Distante
  7. Como Emagrecer Após a Gravidez
  8. Dietas com Alimentos que dão Energia e Disposição
  9. Dieta para Perder Peso Rapidamente: Perca 6kg em 5 dias
  10. Cardápio: Dieta da Mandioca para Emagrecer! Emagreça 7kg

Recomendado Para Você:

O que você achou? Deixe seu comentário aqui!
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.