Hérnias: Sintomas, Causas e Principais Tratamentos

Saiba o que são e porque surgem as Hérnias

Oi, aqui é a Lorena! E preparei um artigo sobre a importância do diagnóstico precoce da Hérnia.

Hérnia é a protusão, ou seja, o escape parcial ou total de um ou mais órgãos por um orifício que se abriu, por má formação ou enfraquecimento, nas camadas de tecido protetoras dos órgãos internos do abdômen.

Mais Lidas da Semana:

  1. Anticoncepcional é Seguro?
  2. Chocolate PARA TPM: É Verdade ou Mentira?
  3. Sintomas da Menopausa: como tratar!

A hérnia pode não apresentar sinais externos além do inchaço na área por ela afetada quando pequenas.

Os tipos mais frequentes de hérnia são:

  • Hérnias umbilicais ou paraumbilicais: Aparecem em volta do umbigo e são geralmente causadas pela passagem de alguma alça intestinal através do tecido muscular. Sua incidência é maior nos bebês e podem desaparecer espontaneamente;
  • Hérnias inguinais: Surgem na virilha (zona de junção entre a coxa e a parte inferior do abdômen). Nos homens, pode estender-se até os testículos provocando a hérnia inguinoescrotal. Na grande maioria dos casos, a cirurgia é o único tratamento indicado para esse tipo de patologia;
  • Hérnias epigástricas: Aparecem na linha média do abdome, como resultado do afastamento dos músculos retos abdominais, dois músculos localizados na parte anterior e central do abdômen.

Outros tipos de hérnia compreendem: hérnia femoral, hérnia incisional, hérnia de hiato esofágico, hérnia muscular, hérnia diafragmática, hérnia de Petit, hérnia de disco, hérnia cerebral, entre outras.

Causas da Hérnia

A hérnia pode ter diversas causas, que podem incluir:

  • Levantamento de pesos na academia ou no trabalho;
  • Carregar bolsas muito pesadas frequentemente;
  • Tosse excessiva;
  • Esforço extremo;
  • Fazer muita força para defecar;
  • Ter uma gravidez após a outra num curto espaço de tempo.

As hérnias podem surgir em qualquer idade, mas são mais frequente nos adultos. Nas crianças a hérnia mais comum é a hérnia umbilical, que surge por volta dos 6 meses do bebê e geralmente some sozinha por volta dos 4 anos de idade.

Sintomas da Hérnia

Alguns dos sintomas que podem indicar a presença de uma hérnia podem incluir:

  • Saliência sobre a pele, em qualquer região do corpo;
  • Dor na região, especialmente depois de realizar esforço.

No entanto, se a abertura no tecido muscular e a protusão aumentarem, a dor pode ser contínua ou intermitente e sua tendência é agravar-se com atividades que pressionem a parte inferior do abdômen, como esforço para evacuar, tossir, levantar peso ou, ainda, se a pessoa permanecer em pé por período prolongado.

A hérnia pode manifestar-se num momento, desaparecer espontaneamente e voltar a manifestar-se de novo. Às vezes, porém, ficam estranguladas, isto é, as alças intestinais não retornam à posição normal.

Quando isso acontece, há um bloqueio da circulação sanguínea na parte do tecido em que ocorreu a protusão. Nesse caso, além da dor, surgem náuseas e vômitos. Essa situação é considerada uma emergência médica, pois, nesse caso, o paciente corre risco de morte, necessitando ser operado rapidamente, uma vez que o órgão em questão fica sem receber suprimento sanguíneo, o que pode evoluir para isquemia e necrose.

Normalmente, as pessoas referem-se à hérnia toda vez que sentem dor no baixo abdômen após levantar algum peso. Na maioria dos casos, porém, não se trata de hérnia já que sua principal característica é a ocorrência de inchaço.

Se perceber inchaço no abdômen, acompanhado ou não de dor, procure o médico.

Tratamento

A cirurgia para hérnia é o melhor tratamento disponível, consistindo em reposicionar o órgão no seu devido lugar, colocando se necessário uma tela de proteção para evitar que a hérnia volte.

CONTINUE LENDO SOBRE SAÚDE FEMININA:

Recomendado Para Você:

O que você achou? Deixe seu comentário aqui!
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.