Como Controlar o Ciúme no Relacionamento

Será que o amor é ciumento ou é fruto da nossa insegurança e imaturidade?

Oi, aqui é a Lorena! E preparei esse artigo para aquelas que acham que ciúme é uma “pitada” a mais no relacionamento. Irei mostrar que não é bem assim!

Quem nunca se pegou com vontade de dar uma espiada no celular, esquecido no sofá, do cônjuge? E quem nunca teve aquele frio na espinha quando encontrou a ex dele?

A verdade é que o ciúme está presente na maioria dos relacionamentos mas, em alguns casos, pode se tornar bastante prejudicial e até insuportável.

Mais lidas dessa semana:

Dizem por aí que sentir ciúmes é até saudável para um relacionamento. Contudo, dependendo do nível, esse sentimento pode estragar qualquer relação.

Mas, claro, não é só isso que o ciúmes coloca em risco. A própria saúde da pessoa ciumenta e, obviamente, seu controle emocional, ficam em cheque durante uma crise, quando o ciúme se torna doentio, a relação deixa de ser algo positivo e prazeroso.

Quando isso acontece, ela se torna pesada, cheia de questionamentos e investigações. E daí, fica a um passo para que o afeto que se sente pelo outro se transforme em um sentimento de posse.

Ciúmes em vários círculos

E olha que o tal do ciúme doentio não costuma estar restrito somente aos relacionamentos amorosos. Muitas vezes, esse sentimento se infiltra na relação entre amigos, entre parentes, e até mesmo na relação de trabalho.

Isso porque a pessoa ciumenta costuma se sentir vulnerável, desvalorizada e inferiorizada, mesmo quando não existem motivos consistentes para isso.

A boa notícia, no entanto, é que ciúmes tem tratamento. Ou mais ou menos isso.

Como você vai aprender, o autoconhecimento e a autoconfiança são as maiores armas para conseguir controlar os ciúmes. Também por meio do conhecimento de si mesma que a pessoa passa a ter relacionamentos mais saudáveis.

Há motivos reais para ter ciúme?

Para avaliar a natureza do seu ciúme, sugiro primeiro pensar na realidade do relacionamento. Há motivos reais para ter ciúme? Já houve traições, ele demonstra não ser digno de confiança?

Se sim, então isso não é uma simples imaturidade emocional, mas uma insegurança real, produzida pela falta de comprometimento do outro.

É preciso resolver isso, conversar e avaliar o compromisso com a fidelidade. Os dois precisam decidir se querem viver um relacionamento monogâmico de maneira comprometida. Se tiverem opiniões diferentes, é melhor terminar a relação.

Mas se você se considera uma pessoa um pouco ciumenta, provavelmente se encontra no meio-termo, sente um mínimo de ciúme no dia a dia, chegando a momentos fortes em algumas situações, podendo gerar bastante transtorno.

Você é ciumenta? Desconfia de tudo e sempre acha que está sendo traída?

Conheça alguns passos para deixar de sentir ciúmes e recuperar a autoconfiança:

Assuma que sente ciúmes

Negar o sentimento não ajuda em nada. É muito melhor reconhecer que você está sentindo ciúmes e assim tomar as medidas corretas para resolver esse impasse, que mentir e continuar se corroendo por dentro. Esse primeiro passo é muito importante para melhorar.

Reflita sobre seus motivos

Será que você, realmente, precisa estar com ciúmes? Será que se a outra pessoa sair com os amigos ou trocar uma mensagem pelo celular realmente coloca você ou a relação de vocês em risco?

É preciso parar para refletir sobre o que deixa você insegura: um motivo substancial, implicância, possessividade, traumas de relações passadas e assim por diante.

Para ajudar, tente observar em quais momentos você mais costuma sofrer crises e avalie as atitudes da outra pessoa que mais lhe despertam esse sentimento negativo.

Fale sobre o assunto

Falar com a outra pessoa é um passo importante para controlar os ciúmes em sua vida.

Você precisa falar abertamente para conseguirem desenvolver a confiança que você está precisando sentir na relação e também para estabelecer limites do que é suportável ou não para cada um.

Analise seus antigos relacionamentos

Seus relacionamentos passados eram turbulentos? Psicólogos explicam que algumas pessoas acabam levando para a relação atual os problemas de relações antigas.

Os ciúmes é um bom exemplo disso, especialmente quando se trata de um nível doentio. Reconhecer que a outra pessoa da relação não é uma reprodução de seu antigo romance é primordial para começar a se controlar.

Seus relacionamentos passados eram turbulentos? Psicólogos explicam que algumas pessoas acabam levando para a relação atual os problemas de relações antigas.

Os ciúmes é um bom exemplo disso, especialmente quando se trata de um nível doentio. Reconhecer que a outra pessoa da relação não é uma reprodução de seu antigo romance é primordial para começar a se controlar.

Valorize-se

Uma boa forma de deixar de sentir ciúmes por bobagens é elevando a autoconfiança e o amor próprio.

Para isso, você precisa fazer atividades que você goste, precisa explorar suas qualidades e habilidades para se sentir uma pessoa útil, bem resolvida e interessante.

Poder de Convencimento

O hábito de acusar a pessoa de traição gera no subconsciente dela uma afirmação da real possibilidade de trair. E, mesmo quem não tinha essa intenção no início, pode acabar se entregando à traição.

Pare de afirmar que o outro está traindo você, senão ele vai acabar acreditando e obedecendo.

Faça coisas sozinhas ou só com seus amigos

Outro passo importante para deixar de ser dependente de sua relação e começar a sentir menos ciúmes é valorizar sua individualidade.

Sair sozinha de vez em quando ou encontrar seus amigos para alguma atividade que não envolva sua parceria romântica são etapas essenciais para conseguir se tornar uma pessoa menos ciumenta.

Não deposite sua felicidade inteira no relacionamento e exercite sempre a liberdade do casal.

Não se compare com ex

Se comparar com pessoas que já namoraram com seu companheiro é um veneno para a relação.

Cada um tem seus valores, qualidades e defeitos e isso faz com que todos os relacionamentos sejam diferentes. Essa atitude só destrói a autoestima.

Tente ser menos controladora

Um dos fatores mais prejudiciais para relacionamentos, de uma forma geral, é a ansiedade.

Além de não fazer bem para a saúde, ela traz pensamentos negativos, cria ilusões e desconfianças. Por isso, buscar técnicas que ajudem você a controlar a ansiedade são tão importantes para que sinta menos ciúmes.

Nem tudo dá para sair do jeito que você planeja e as pessoas também não estão obrigadas a fazer o que você quer, do jeito que você quer.

Então, respire fundo e tenha em mente que é preciso aceitar que sempre pode haver alguma coisa que fuja do seu comando.

Lembre-se: Ciúme não é prova de amor! Você pode provar que ama seu companheiro de maneiras muito mais românticas, invasivas e, principalmente, angustiantes!

Continue Lendo sobre Relacionamento:

  1. 10 alimentos poderosos para evitar a Ejaculação Precoce
  2. O Sobrepeso e o Relacionamento do Casal
  3. Descobri que meu marido está me traindo e agora?
  4. Como Saber a Hora Certa de Casar
  5. Como Controlar o Ciúme no Relacionamento
  6. 5 Linguagens do Amor que podem Transformar a sua Relação
  7. Fazer Sexo Emagrece? A Resposta Vai Te Deixar de Queixo Caído!
  8. Ficar Mais Segura no Casamento é Possível SIM!
  9. Onde Encontrar Homens que Buscam Relacionamento Sério
  10. Dicas Irresistíveis Para Apimentar a Relação Ainda Esta Noite
  11. Crise dos 7 anos. Será que ela existe?

Recomendado Para Você:

O que você achou? Deixe seu comentário aqui!
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.