Benefícios do Óleo de Coco

O ingrediente tem qualidades que vão muito além da cozinha

Oi, aqui é a Lorena! O óleo de coco é um ingrediente que serve para a dieta, para pele e até para os cabelos, este alimento possui diversos benefícios para a saúde.

O óleo de coco ganhou popularidade nos últimos anos por ser uma gordura considerada do “bem” que pode proporcionar benefícios para a saúde. Um conceito ainda considerado polêmico por especialistas em saúde.

Além disso, é usado na rotina de beleza da pele ou para hidratar os cabelos. Extraído da polpa do coco fresco e maduro, esse óleo vegetal é composto basicamente por gorduras, ácidos graxos saturados (mais de 80%) e ácidos graxos insaturados (oléico e linoléico).

Mas, o consumo do óleo de coco ainda é um assunto polêmico e há muitas dúvidas sobre os nutrientes e as vantagens de uso para o organismo.

Será que ele é realmente benéfico para a saúde?

Apesar da fama, o óleo de coco nem sempre foi bem-visto pelos especialistas por possuir um alto teor de gordura saturada. Ingerir o óleo de coco em excesso faz mal como acontece com qualquer outro óleo.

Pode funcionar para muitas pessoas, mas não significa que todo organismo responderá da mesma forma. Em alguns, os efeitos são mais eficientes, porém cada metabolismo funciona de maneira individual.

Para que serve o óleo de coco?

O óleo de coco é bastante versátil e pode ser usado tanto em receitas culinárias quanto como um item de beleza para hidratar a pele e os cabelos.

Ele é utilizado no preparo de gorduras especiais para margarinas, sorvetes, confeitaria e substitui a manteiga de cacau. Também pode fritar ou refogar alimentos, temperar saladas e até mesmo ser ingrediente na preparação de doces ou salgados, substituindo a manteiga ou óleo em receitas de tortas e bolos.

Na dermatologia, o óleo de coco é utilizado como emoliente, ou seja, para amolecer a pele, e como hidratante, principalmente em doenças cutâneas como dermatite atópica e condições de saúde que estão associadas ao ressecamento excessivo da pele. Ele também ajuda na hidratação do cabelo e no fortalecimento dos fios.

Benefícios do óleo de coco

1 – O óleo de coco é um alimento funcional

Formado por triglicerídeos de cadeia média, que em contato com o estômago se transforma em monolaurina – um potente anti bactericida, antifúngico e antiviral, ou seja, age diretamente na imunidade.

Ele também é rico em vitaminas lipossolúveis (A,D,E e K), que controlam o colesterol, aumentam o HDL (gordura boa) e reduzem o LDL (gordura ruim), por isso o óleo de coco tem efeito anti-inflamatório e anti trombótico.

2 – Combina com qualquer tipo de alimento

Por ter um sabor neutro, o óleo de coco pode ser acrescentado na preparação de diversos tipos de alimentos. Uma excelente opção é usá-lo para temperar as saladas e verduras ou refogar os legumes, arroz e proteínas por exemplo.

Já na sua forma crua, ele pode acompanhar saladas de frutas, vitaminas, café e outros alimentos. O importante é deixar a criatividade expandir, já que é um óleo resistente ao calor e, por isso nos possibilita várias possibilidades de uso.

3 – Pode substituir os tradicionais óleos de cozinha

O óleo de coco é o óleo mais indicado para cozinhar, pois, por ser um triglicerídeo de cadeia meia, consegue atingir altas temperaturas sem oxidar e sem alterar suas propriedades nutricionais.

Em contato com o calor, ele não vira gordura trans, diferentemente dos óleos vegetais como o óleo de soja, milho, canola.

O óleo de coco é um triglicerídeo de cadeia média, ou seja, é facilmente absorvido e transformado em energia no fígado, não se acumulando em forma de gordura nos adipócitos. Ele também acelera o metabolismo, favorecendo assim a queima de gordura.

4 – Pode ser usado antes de malhar

O óleo de coco fornece energia rápida para executar o treino com maior disposição, acelerando o metabolismo. Ou seja, possui efeito emagrecedor, promovendo sensação de saciedade, o que pode inibir a fome durante o treino.

Combinado com o café, que estimula o sistema nervoso central, melhora o estado de alerta e também o desempenho em exercícios de força e aeróbicos, o óleo de coco vira um excelente termogênico que pode ser consumido antes do treino.

5 – Não há contraindicação

Antes de introduzir o óleo de coco na alimentação, é sempre importante consultar um profissional para que ele possa auxiliar a forma de consumo e a quantidade necessária diária. No entanto, ressalta que não há contraindicação, uma vez que é um alimento saudável e rico em nutrientes.

6 – Hidrata pele e cabelos

O óleo de coco traz excelentes resultados para os cabelos e a pele, não só pelo uso oral, mas também no uso tópico. Ele pode ser passado no cabelo antes de dormir, que o resulta em fios com mais brilho e menor queda. O potente óleo inibe a ação da enzima 5-alfa-redutase, o que evita a queda de cabelo, se o caso claro for alopecia idiopática.

7 – Controla o mau cheiro das axilas

Graças à sua ação antibacteriana, muitos acreditam que o óleo de coco, assim como o carvão ativado, o leite de magnésia e o bicarbonato de sódio, seja capaz de reduzir o crescimento das bactérias e, assim, controlaria o mau odor.

Por isso, muitas vezes, ele é usado na produção de desodorante caseiro ou naturais, em substituição ao álcool, que nas versões industriais têm a mesma função.

O problema é que sua eficácia é menor que a de um antitranspirante com sais de alumínio. Além disso, o ingrediente, apesar de reduzir a proliferação de bactérias que provocam o mau cheiro, não diminui a produção do suor e, mais do que isso, a experiência da aplicação direta é desagradável devido à textura grossa e pesada do óleo.

Por isso, a melhor opção para quem sua muito é investir no desodorante antitranspirante, que contém ingredientes poderosos para controlar a transpiração (como os sais de alumínio).

8 – Pode ser usado óleo de coco na tatuagem

Após realizar uma tatuagem é preciso ter alguns cuidados com a pele para melhorar a cicatrização e a fixação da cor.O óleo de coco, nesses casos, acalma e hidrata, ajudando na recuperação da região da tatuagem. Manter o local hidratado preserva a cor e a nitidez do desenho.

Por isso, esse ingrediente pode ser usado na manutenção da tatuagem e evitar o desbotamento.

Lembre-se: O óleo de coco deve ser extra virgem, prensado a frio e, de preferência, orgânico. Nada valerá o seu uso se não for aliado a uma alimentação saudável e à prática de atividade física.

Recomendado Para Você:

O que você achou? Deixe seu comentário aqui!
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.